segunda-feira, 14 de julho de 2008

A diferença nem sempre é para melhor...

2 comentários:

Anónimo disse...

Ai se fosse só Lisboa!
Estamos todos ... para pior!
As facadas não são só na praia. São também nas nossas vidas, na nossa esperança, na nossa alegria, nos nossos bolsos e, lamentavelmente, também no nosso futuro!
MCT

Júlia Carinhas disse...

Eu diria Lisboa no seu melhor.
Vamos acabar com o racismo.
Vamos acabar com os drogados.
Vamos acabar com os bombeiros.
Vamos acabar com os incêndios.
Vamos acabar com o Governo antes que acabe connosco.
Vamos acabar com esta palhaçada que estou a escrever.