sábado, 28 de junho de 2008

Querer o amor

Em Setúbal, na Avenida Rodrigues Manito
A frase é forte. Por um pedido, que pode ser em jeito de grito; pelo retrato que traça de uma sociedade em que os afectos são deixados para trás com a maior das facilidades; pela vontade de exteriorizar, de publicar, o grito; pela voz que a solidão pode ter; pela diferença nada subtil entre "algum" e "alguém". A frase é forte...

1 comentário:

chapa disse...

...e quem não "ker"?