domingo, 11 de setembro de 2011

Outra lembrança de 11 de Setembro - Antero de Quental

Alertado para um outro significado deste 11 de Setembro pelo Manuel Medeiros, aqui deixo o registo da homenagem que Ponta Delgada prestou a Antero de Quental, passando hoje 120 anos sobre a sua morte.
Em 1942, foi a inauguração do monumento a Antero, segundo um projecto do escultor açoriano Canto da Maia. Incompleto, o memorial viria a ser concluído em 1995, com esculturas laterais de Soares Branco, seguindo a ideia de Canto da Maia.
É a parte central do memorial que aqui se reproduz.

1 comentário:

Manuel Pereira Medeiros disse...

Amigo João Reis Ribeiro:
Fiquei muito contente, nesta primeira manhã de entre 11 e 15 de Setembro - Antero e Bocage: vamos aproximá-los? - ao rever por sua atenção o monumento diante do qual tantas e tantas vezes passei, no quotidiano do trabalho no Liceu Antero de Quental...
Obrigado por mais esta atenção,
M. Medeiros